Então me diz, como é viver sem lembrar?
Capacitadora. (via sacies)
Posted 2 April 2014, 2 weeks ago | 4,155 notes | reblog this post
(originally capacitadora / via kamanieri)
Posted 2 April 2014, 2 weeks ago | 13,302 notes | reblog this post
(originally foda-se-mundo / via repercutir)
Posted 15 March 2014, 1 month ago | 45,358 notes | reblog this post
(originally ichangelives / via gabemelo)
Lamento, mas não sou de despedidas, não gosto de dar um tchau ou um adeus assim, da boca pra fora, prefiro um até logo, esses outros me parecem muito definitivos, sem volta, daqueles que se dizem pra quem nunca mais quer ver, ou pra quem já foi e não volta mais; e eu gosto disso, dessa possibilidade da volta, dessa falta de despedidas, dessa sinceridade das palavras.
Dom Casmurro.   (via delator)
Posted 15 March 2014, 1 month ago | 19,226 notes | reblog this post
(originally sobrescrever / via lets-moveon)
Também não vale a pena fingir um equilíbrio que eu não tenho.
Caio Fernando Abreu.    (via velejo)
Posted 15 March 2014, 1 month ago | 50,794 notes | reblog this post
(originally gentereciproca / via kamanieri)
Eu gosto das lembranças. Eu não lido bem é com a saudade.
Camila Costa.   (via nevarei)
Posted 6 March 2014, 1 month ago | 61,897 notes | reblog this post
(originally camilacosta / via pe-que-na-panda)
Posted 3 March 2014, 1 month ago | 116 notes | reblog this post
(originally matheussbarbosa / via maya-macshietto)
A maioria de nós tem suas próprias tristezas, sonhos partidos, amizades desfeitas e corações feridos, cada um viveu perdas únicas, nossa própria cabana.
A Cabana.    (via esclarecer)
Posted 3 March 2014, 1 month ago | 32,231 notes | reblog this post
(originally so-quotes / via estilhacar-me)
Não consigo entender por que tudo na minha vida é do avesso, por que tudo acontece ao contrário do que deveria.
Could you be my salvation? (via p-r-e-s-u-m-o)
Posted 3 March 2014, 1 month ago | 1,363 notes | reblog this post
(originally incapacitado / via gabemelo)
Posted 3 March 2014, 1 month ago | 29,025 notes | reblog this post
(originally apologiaaliberdade / via gabemelo)
Juliana Possa,18 anos. ‘’Buscando um novo rumo que faça sentindo nesse mundo louco."
Thoughts
Juliana Possa.
theme por affectingyou; com detalhes de decepcionar, abismopoetico e desesperancoso.